Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

o gerente leu às 20h00

03.05.13

 

 

 

O gerente Passos Coelho Coelho leu, às 20h00, mais uma "machadada" nos pensionistas e nos funcionários públicos. Ouvi a leitura toda. Nem uma linha sobre as PPP (rodoviárias, escolares e outras), os SWAP, as empresas públicas, o BPN, BPP, o BANIF, O BCP, a CGD e a parafernália de benesses ilimitadas e de estudos e pareceres encomendados a grandes escritórios de advogados ou a grupos de "especialistas".

 

Isto vai acabar mal.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo

    04.05.13


    Do Goldman para o poder

    O Goldman Sachs é uma escola que permite a muitos economistas e gestores atingir cargos de poder um pouco por todo o mundo.

    Hank Paulson , antigo secretário de Estado do Tesouro dos EUA
    Saiu da liderança do Goldman Sachs para ser secretário de Estado do Tesouro durante a administração Bush . Paulson delineou o programa de ajuda à banca durante a crise financeira de 2008, que também resgatou o Goldman .Mario Draghi , futuro presidente do BCE
    O futuro presidente do BCE , Mario Draghi , foi director-geral da Goldman Sachs International entre 2002 e 2005. A ligação levou-o a enfrentar perguntas dos eurodeputados sobre se esteve envolvido na ocultação do défice grego.

    Mark Carney , governador do Banco Central do Canadá
    O actual governador do banco central do Canadá passou 30 anos no Goldman .Foi responsável pelas áreas relacionadas com risco soberana e foi o homem com a tarefa de delinear a estratégia do banco durante a crise russa de 1998.

    Romano Prodi , antigo presidente da comissão europeia
    O antigo presidente da Comissão e ex-primeiro-ministro italiano esteve no Goldman nos anos 90. A ligação valeu-lhe críticas da Oposição quando rebentou um escândalo a envolver o Goldman e uma empresa italiana.

    Robert Zoellick , presidente do Banco Mundial
    O actual presidente do Banco Mundial foi director-geral do Goldman .Antes de se juntar ao banco tinha trabalhado no Departamento do Tesouro norte-americano. Lidera o Banco Mundial desde Julho de 2007.

    Robert Rubin , antigo Secretário de Estado do Tesouro dos EUA
    Robert Rubin teve cargos de topo na administração do Goldman . Após 26 anos no banco foi escolhido por Bill Clinton como secretário de Estado do Tesouro. Após passar pelo Governo, trabalhou no Citigroup.

    Ducan Niederauer , presidente da NYSE Euronext
    O presidente da NYSE Euronext , Duncan Niederauer , que detém as bolsas de Nova Iorque e de Paris, Bruxelas, Amesterdão e Lisboa, foi responsável do Goldman pela área da execução de ordens dadas sobre títulos financeiros.

    Mark Patterson , Chefe de Staff do Tesouro dos EUA
    Mark Patterson é o chefe de gabinete do actual secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner . Antes de se juntar ao governo estava registado como lóbista , intercedendo para defender os interesses do Goldman .

    António Borges, director do Departamento Europeu do FMI
    O economista foi vice-presidente e director-geral do Goldman entre 2000 e 2008. Após sair do banco foi da associação que delineia a regulação dos hedge funds '. Em Outubro de 2010, foi nomeado director do FMI para a Europa.

    Carlos Moedas, Secretário de Estado adjunto do Primeiro Ministro
    Após acabar o MBA em Harvard, no ano 2000, o actual responsável pelo acompanhamento do programa da ‘troika' foi trabalhar para a divisão europeia de fusões e aquisições do Goldman Sachs . Saiu do banco em 2004.

    António Horta Osório, presidente do Lloyds Bank
    O primeiro emprego de Horta Osório após terminar o MBA no Insead foi no Goldman , centrando-se na área de corporate finance '. Actualmente é presidente do banco britânico Lloyds depois de ter estado no Santander.

    cuidado, olho neles!
  • Fala aqui João Rato e fiz um post sobre isso. Obrigado.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.