Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

mais dois lobos

23.04.13

 

 

 

 

 

Vi, ontem à noite, um inenarrável prós e contras destinado à busca de uma solução. Medina Carreira, o não-economista que mais sabe de economia, foi taxativo: a solução é simples, com o dinheiro é sempre assim e para governar o Estado social servia uma "dona de casa". Se o marido diz que está a ganhar menos 2% a mulher sabe que não pode gastar mais 5% na lida da casa. E cumpre. 

 

É. Esta espécie de animador do sistema acentua a sua triste condição. Dá algum dó ver estes machos à antiga portuguesa remeterem a busca de solução para as tarefas domésticas onde se excluem. Ainda havia um friso de primeira fila de mulheres que aplaudia e se ria, coisa que me excluo de classificar. Talvez fosse um riso de tanto dó.

 

Fiz um zap à meia-noite para ver notícias num canal de cabo. A imagem focava ao longe o ex-ministro Mário Lino acompanhado de uma jovem advogada. Percorreram um passeio de uns bons cinquenta metros com o jornalista a resumir o caso face oculta. Mário Lino veio sempre com as mãos nos bolsos enquanto a jovem advogada mal se equilibrava com o transporte de umas três pastas (tinham ar de pesadas). O cavalheiro não se comoveu. As câmaras não entraram no tribunal e passaram de imediato para o fim da sessão. O cenário repetiu-se no regresso a casa de mais um incompreendido.

 

Estava a escolher um título para o post. Esteve para ser um espelho das elites ou o país que temos. Influenciado pelo post anterior fiquei-me por "mais dois lobos".

2 comentários

Comentar post