Em busca do pensamento livre.
Quarta-feira, 13 de Março de 2013

 

 

 

 

Mas esta malta, do para além da troika, aplica uns modelos salpicados de radicalismo ideológico, que arrasaram com as classes média e baixa, e não lhes acontece nada? Não se demitem? Gaspar diz que só vai ao parlamento a 5 de Abril dar satisfações da 7ª avaliação e o Catroga vem agora dizer que o Governo precisa de dois anos para atingir os 3% de défice.

 

É evidente, e comparando com os últimos dois anos, que isto são notícias melhores para quem está a sofrer (sim, há milhares de pessoas a sofrerem com as políticas para além da troika). Mas estas coisas não devem ser brincadeiras de adolescentes que ainda por cima estavam cheios de certezas e que respondiam muuuuuito devagar, e de forma jocosa, a quem duvidava. O mínimo era a demissão. As pessoas dadas à soberba são sempre vocacionadas para o disparate.



publicado por paulo prudêncio às 16:38 | link do post | comentar | partilhar

8 comentários:
De r. silva pereira a 13 de Março de 2013 às 17:33
é uma festa


De paulo prudêncio a 13 de Março de 2013 às 18:40
É.


De Carlos a 13 de Março de 2013 às 17:55
E não são demitidos?
Esta é a questão que mais me choca...


De paulo prudêncio a 13 de Março de 2013 às 18:42
É Carlos.

E, se me permites, uma coisa que cada vez mais constato é que o que a uns choca para outros é considerado o mais normal dos comportamentos. Até nos mais variados oportunismos que temos presenciado no sistema escolar (isto para não dizerem que há demasiado corporativismo entre os professores :))


De Carlos a 14 de Março de 2013 às 01:09
Pois é, Paulo.
Os oportunismos mostram que o corporativismo já teve melhores dias. :)
E que dizer de certos comentários de professores(?) que vamos lendo por aí? Preocupante e angustiante, acho eu...


De anónimo a 14 de Março de 2013 às 11:42
Comentário apagado.


De paulo prudêncio a 14 de Março de 2013 às 14:02
Não sei exactamente do que se trata, mas tem sido assim e há muito. Ainda ontem li nalgum lado, talvez José Morgado no Público, uma crítica acertada ao contirbuto de governantes e fazedores de opinião para a descredibilização dos professores como classe profissional. É algo que não se vê num país civilizado, bem pelo cont


De Isabel a 14 de Março de 2013 às 19:27
Os seus umbigos! Primeiro o umbigo de cada um. A começar nos nossos governantes.


De paulo prudêncio a 14 de Março de 2013 às 19:40
É isabel.


comentar post

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
O Paulo sabera que o Salazar foi eleito o maior Po...
Esta e uma eleicao parcial para deputado no parlam...
https://www.publico.pt/2012/06/25/mundo/noticia/he...
https://www.publico.pt/2015/04/13/mundo/noticia/jo...
Só aqui e não encontro mais referências https://co...
Obrigado. Mas não li mal. Já tento confirmar. Mas ...
Leu mal. O Fidesz de Orban governa todos os condad...
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

bartoon

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676