Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

nova inundação

10.03.13

 

 

 

 

De vez em quando até há um hiato, mas a regra é a parametrização das economias mundiais pelas agências de raiting. Esta semana, a Fitch ocupou-se da nossa agenda mediática e ouvi vários noticiários da estatal Antena 1 abrirem com estes comprovados servidores dos especuladores financeiros. Na semana passada foi a Standard & Poor´s com uns anexos do Goldman Sach´s.

 

E tem piada que os comentadores, como há pouco Marcelo Rebelo de Sousa, antecedem ou acrescentam a informação com os seguintes: vale o que vale, sabe-se da sua falta de rigor em tempos recentes, estão em maus lençóis com a administração Obama, erram muito e sempre para os mesmos interesses e por aí fora. É estranho, porque anexam sempre a sentença: não podemos fugir à sua classificação. Agências tão descredibilizadas e com tanta influência só podem servir interesses muito poderosos.