Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

descaramento

04.03.13

 

 

 

 

Crato quer mais contratos com escolas privadas


 

Era necessário um grande descaramento para que o MEC decidisse alargar a rede de escolas cooperativas "encostadas" ao Estado. Os estudos, e as investigações jornalísticas, têm sido conclusivos. Aguardam-se os resultados da IGE e da Procuradoria-Geral da República.

 

Mesmo que na notícia se diga que baixará o valor por turma, fica a sensação que há um compromisso eleitoral a respeitar (e nunca se sabe o tempo de duração do Governo) e que não será por acaso que parece ser o SE Casanova a conduzir o processo.

 

É inadmissível que haja escolas do Estado com salas vazias, e com horários zero, ao lado de escolas cooperativas construídas ao arrepio da lei, que beneficiam de uma rede escolar em estado de salve-se quem puder e em que um qualquer agente político se sente no direito de distribuir turmas.

 

É verdade que as notícias deste jornal sobre o sistema escolar não são credíveis. Mas também é verdade que a legislação sobre estas matérias não é cumprida. Já agora, era importante rever a contratação de professores para as escolas cooperativas. Como são pagos pelo erário público, os concursos devem ser públicos e transparentes.

8 comentários

Comentar post