Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

esboroar do monstro (15)

04.11.08

 

 

Recebi agora um mail que diz assim:

 

 

 

 
Processo de avaliação docente avança em todas as escolas
O processo de avaliação docente está a avançar em todas as escolas, de acordo com a informação da Direcção-Geral de Recursos Humanos da Educação.
 
Desmentem-se assim as alusões, contraditórias entre si, em jornais diários de hoje, a suspensão, adiamento, atraso ou interrupção do processo de avaliação.
Com efeito, vários jornais mencionaram hoje o tema da avaliação de professores, reproduzindo argumentos de uma estrutura sindical. 
Em um dos títulos garantia-se que o processo estava suspenso em “10%” dos estabelecimentos de ensino, num segundo avançava-se que estava parado em “50%” das escolas, enquanto um terceiro asseverava que “metade das escolas suspenderam ou vão suspender” a avaliação, apesar de ter escrito na capa que “Metade das escolas não faz avaliação”. 
Perante estas discrepâncias informativas, repete-se que o processo de avaliação docente está a avançar em todas as escolas. 
Qualquer outra visão só pode derivar da vontade de criar ruído e perturbar o direito dos docentes a serem avaliados. 
Informação de apoio
Dossier Estatuto da Carreira Docente em http://www.min-edu.pt/np3/56, inclui o memorando de entendimento entre o ME e a Plataforma Sindical em http://www.min-edu.pt/np3/1901.html.
Lisboa, 04 de Novembro de 2008.
o gabinete de comunicação
 
 
Mas o que é isto?
 
Lembrei-me de novo de uma coisa que já escrevi: "este assessor de imprensa do ministério da Educação (um "spin doctor"?) recorda-me o ministro da propaganda Iraquinano durante os momentos que antecederam a trágica tomada de Bagdad pelas forças invasoras. Quem não se recorda?"

 

Ora clique.