Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

esboroar do monstro (14)

03.11.08

 

 

 

 

Recebi um mail a que dei uma particular atenção. Ora leia:

 

 

Esta mensagem é para ser divulgada por todos os que se interessam pela democracia!

 

Não falarei demais para tentar dizer muito.

O que está acontecer aos professores e ao ensino é o maior ataque à escola pública nos últimos anos com a capa manipuladora de qualidade. O que já todos sabemos, mas muitos calamos. Os melhores, os mais experientes, os mestres, no sentido pleno da palavra, estão a abandonar o ensino, porque se recusaram a perder a dignidade, porque se recusaram a assistir à transformação da escola em linhas de montagem, em definições empresariais de objectivos e resultados. Pois é... o ser humano avança e recua e é nos movimentos imprecisos e, muitas vezes, ineficazes que ele se constroi e descobre! Isto chateia quem nos quer utilizar como peças produtivas.

BASTA! 

E porque muitos se estão a importar, a ESCOLA SECUNDÁRIA DE MIRAFLORES (Algés) DECIDIU, EM REUNIÃO DOS DEPARTAMENTOS, DIZER NÃO A ESTE MODELO DE ESCOLA.

Suspendemos todo o processo da charada avaliativa!

Utilizem os vossos recursos para tornar público que mais uma escola se recusou a seguir a irracionalidade desta senhora que ocupou as dignas funções de ministra da educação. O MEDO é o pior inimigo da democracia. Importem-se agora, porque depois será tarde!

Fiquem Bem, sejam felizes!

 

Alice Santos (Professora de Filosofia da Escola Secundária de Miraflores)

 

 

Parece-me um desabafo que traduz a mais veemente saturação Já nem se dá ao trabalho de publicitar a argumentação técnica, digamos assim. É só um basta. O monstro esboroa-se a um ritmo vertiginoso.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.