Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

mais de metade

15.02.13

 

 

 

 

Das 28.000 pessoas que deixaram a função pública no ano de 2012, 15.500 estavam vinculadas ao MEC e os professores ocupam a quase totalidade do número. Tem sido sempre assim: os que evidenciam estes dados são considerados tremendistas, recebem o quase silêncio da opinião pública e publicada e quando os números se confirmam a normalidade não incomoda.

 

A escola pública foi, há anos, escolhida para que os governantes se pavoneiem com com o seus ímpetos reformistas e a sociedade, que está ausente da escola e que só lá aparece para uma espécie de jogo da partidocracia disfarçado do eufemístico "comunidade escolar", exerce um silêncio cúmplice que reafirma a estranha antipatia para com a escolaridade. Mais de metade dos despedidos foram professores.

 

O segundo lugar de mais um ranking (é uma febre, realmente) fica para a saúde com dois mil funcionários, incluindo 524 enfermeiros e 131 médicos.

 

Saíram da administração pública mais de 28000 trabalhadores em 2012

3 comentários

  • Pedro: era bom estudar o que se passou mesmo na década de noventa. Foi também aí que começou o regabofe das PPP,s, do BPN, do betão e por aí fora.

    Responsabilizar os professores é injusto e um tiro no pé.
  • Sem imagem de perfil

    Pedro

    17.02.13

    Caro Paulo, não vale a pena confundirmos ou justificarmos um erro com outro erro. É verdade que o que se passou com o BPN e o BPP, assim como com as PPP`s é escandaloso e carece de decisões dos tribunais.
    Outra questão (e é essa que nos interessa) é a que respeita ao que durante anos imperou na Educação: o completo desleixo e a desmultiplicação de benesses, regalias e outras situações que deixaram a nossa imagem no estado em que sabemos.
    Depois de tantos anos de incúria, temos agora a paga. E, como sempre, por causa de uns pagam todos...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.