Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

da marcha da não resignação

26.01.13

 

 

 

A manifestação de professores, hoje, em Lisboa, foi impressionante. Cheguei cedo e sentei-me numa esplanada da Avenida da Liberdade. Fui esperando pelos colegas da minha escola que vinham mesmo no fim e assisti a uma boa hora de professores a descerem em direcção ao Rossio. Houve quem se recordasse da manifestação de 5 de Outubro de 2006 quando os professores começavam a perceber o pesadelo que se seguiria. A história não se repete (pelo menos exactamente, claro), mas fiquei com a sensação que os professores não se resignarão a esta segunda vaga de devastação da escola pública.

 

 

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carlos

    27.01.13

    permanente
  • Valeu a pena a manifestação.

    Tento ser um optimista Carlos; apenas um não resignado.

    Melhoras Isabel.

    Ainda hoje farei mais dois posts sobre a manifestação. Já publiquei um sobre a expressão racista havida e farei outro mais abrangente.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.