Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

do frenesi

16.12.12

 

 

 

 

 

 

A banca está a armazenar quantias astronómicas à custa das classes média e baixa e até a coincidência numérica de 4 mil milhões entre a "refundação" e a injecção no BPN dá vontade de sei lá o quê.

 

Reindustrializar e monitorizar a banca são as palavras mais usadas para a chuva de milhões que se adivinha. Faz lembrar a anterior saída do FMI de Portugal, em meados da década de oitenta do século passado, em que o populista e antipolítico Cavaco Silva chegou ao poder rodeado por uma seita de gananciosos que tratou de se apoderar da chuva de milhões que correspondeu à entrada na Comunidade Europeia.

 

Não aguentaremos outra escalada de corrupção. O que resta da consciência democrática no poder formal faz com que o Público puxe para a primeira página o temor com outra bolha.

 

Percebe-se o frenesi-de-privatização à volta do orçamento do sistema escolar. São muitos milhões e nem a Educação escapa. Parece que o Governo português apresentará, dentro de cinco meses em Bruxelas, as propostas financeiras para o Quadro Comunitário de Apoio de 2014 a 2020, que será sensivelmente igual ao anterior e que privilegiará a formação das pessoas. Dá ideia que a corrupção tem qualquer coisa de congénito.