Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

2 comentários

  • Bom dia.

    É natural que numa reportagem que terá muitas horas de recolha de depoimentos se façam cortes para colocar trinta minutos no ar. Pode ser que usem mais tarde o material em arquivo.

    Sinceramente, e ainda nem tive tempo para ver uma segunda vez, pareceu-me que foi garantido o contraditório e é bom que haja jornalismo de investigação que é aquilo que nos estamos sempre a queixar que não existe.

    Surpreende-me uma opinião sua. Diz "Nao apreciei, achei ridiculo comentar se um administrador gps tem 80 carros ou se tem 20..nao tarda querem que as pessoas trabalhem sem usufruir de algo a nivel particular." Não sei se defende a privatização de lucros ( os prejuízos são sempre nacionalizados) com o dinheiro dos contribuintes destinado à educação das nossas crianças e jovens. Não se esqueça que estas organizações dizem ter como ponto forte pagar pouco a professores para gastarem bem o financiamento dos contribuintes.

    Setenta por cento das turmas nas escolas do estado custam 70000 euros cada uma. As cooperativas recebem 85000 e durante anos receberam 115000 euros. É um milhão de euros por cada dez turmas. Se a maior despesa é com professores, se as cooperativas praticamente não têm professores com salários mais elevados, é, há muito e para muitos, estranho o destino dado a tanto investimento.

    Como é um cidadão atento que até comenta em blogues e naturalmente preocupado com o bem comum e com a crise que atravessamos ( a corrupção que nos empurrou para onde estamos não foi apenas no BPN ) surpreendeu-me a sua afirmação.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.