Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

1 para 1

05.11.12

 

 

 

 

A quebra da natalidade associada ao aumento da esperança de vida cria problemas ao sistema de pensões. A variável agrava-se porque recebemos menos imigrantes, estimulamos a emigração dos jovens adultos e a economia decresce. Há especialistas que não concordam: argumentam que a produtividade dos tempos anteriores (2 pessoas activas para 1 com pensão) é inferior à actual e à futura (1,5 para 1 ou mesmo 1 para 1).

 

Mesmo que se considerem os argumentos mais pessimistas, o que não compreendo mesmo é a fórmula que leva alguns a dizerem que os privados conseguirão pagar o que hoje é público e que as pessoas activas devem repartir os descontos com o sector privado. A não ser que liguem as máquinas de produzir dinheiro que passam a vida a contestar ou que saibam o mesmo que os mais optimistas e não lhes convenha dizer por razões ideológicas e afins. Cá para mim é mais uma chico-espertice.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.