Em busca do pensamento livre.
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2006

Já vos tinha dito, que a obra começa e acaba com a mesma frase: “no dia seguinte ninguém morreu”. A morte adormeceu. Adormeceu de amor. Como compreendo o José Saramago. Valeu. Tive pena de chegar ao fim. O último terço do livro é um fascínio.





publicado por paulo prudêncio às 16:46 | link do post | comentar | partilhar

2 comentários:
De anónimo a 12 de Fevereiro de 2006 às 01:16
Bem. Crucificada?!!Paulo G. Trilho Prudencio
</a>
(mailto:pgtrilho@netvisao.pt)


De anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 01:35
Sei ke vou ser crucificada, mas nunca li nada de Saramago...não gosto do homem, sinto uma antipatia natural por ele...e daí nunca ter tido a tendência de o ler...apesar do Nobel, apesar dos prémios e distinções...No entanto há umas semanas li uma entrevista ke deu na revista Visão a propósito do novo livro...e achei ke algumas ke disse faziam sentido...e achei-lhe até uma certa simpatia....A frase : " num primeiro momento, não se sabe como nem porque, a morte decide não matar... Porque se é certo qua a morte se retirou, quam não se retirou foi o tempo..."leva-me pela 1ª vez a pensar ler um livro dele. Ah..e é impresso em papel "amigo do ambiente". as árvores agradecem e nós tb. gala
(http://trocadeolhares.blogs.sapo.pt)
(mailto:gala.trocadeolhares@gmail.com)


comentar post

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
O Paulo sabera que o Salazar foi eleito o maior Po...
Esta e uma eleicao parcial para deputado no parlam...
https://www.publico.pt/2012/06/25/mundo/noticia/he...
https://www.publico.pt/2015/04/13/mundo/noticia/jo...
Só aqui e não encontro mais referências https://co...
Obrigado. Mas não li mal. Já tento confirmar. Mas ...
Leu mal. O Fidesz de Orban governa todos os condad...
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

bartoon

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676