Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

dos limites e da paciência

25.09.12

 

 

 

 

 

 

É arriscado escrever sobre as nossas circunstâncias e não aprecio exercícios exorbitantes. Mas um blogue é também um espaço onde transparece quem somos e onde é possível ir além da espuma dos dias.

 

Nos últimos dois meses tenho estado envolvido em dois turbilhões: a organização de um debate sobre políticas educativas e tudo o que o envolveu e umas coisas locais que parecem ter calendário marcado tal o grau de repetição ao longo dos anos.

 

Se no primeiro caso o que cansa um bocado é a tortuosidade e a desorientação de quem parece sobreviver com a marcação cerrada a tudo o que mexe (e abstenho-me de enumerar os casos sórdidos a que tenho assistido), no segundo é o tal mais do mesmo que reafirma o que escrevi há tempos: "(...)habitar numa Madeira-mesmo-que-de-terceira-divisão (divirto-me-qb com as perseguições várias que me fazem sentir como uma espécie de fantasma perturbador de sonos alheios)(...)"

 

E ainda no segundo domínio, disse hoje a um amigo: quando te disserem que vou para Marte, podes dizer que não sou dado a embarcar no curiosity.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.