Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

A Blogosfera e a Discussão das Políticas Educativas em Portugal

14.09.12


 

 

O felizmente apelidado “grupo dos leitões”, dando cumprimento ao ponto 3 das Cinco Medidas tomadas em tão faustoso evento consolidou a realização de um encontro aberto a professores e bloggers com o título A Blogosfera e a Discussão das Políticas Educativas em Portugal.

A ideia passa por debater, a partir de dentro das escolas, uma série de temas com alguma actualidade para a Educação neste arranque do ano lectivo (A Vinculação Extraordinária de Contratados, O Modelo Único de Gestão, A Hiper-Burocracia, A Gestão de Expectativas na Classe Docente, Autonomia e Centralismo, Gestão do Currículo).

O encontro vai realizar-se no dia 6 de Outubro, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, com duas sessões pela manhã e duas à tarde.

As sessões serão dinamizadas por um ou dois dos organizadores e estão abertas à participação mais activa (com comunicação) ou passiva (assistência e debate posterior). Terão um moderador e 2 a 3 oradores

A inscrição deve ser feita directamente aqui com os seguintes elementos:
Nome, Escola de colocação, Nível de ensino, Situação profissional, Mail/Tmóvel, Blogue/url
A inscrição deve ser feita até dia 30 de Setembro por razões logísticas de reserva do espaço mais adequado.

Para além dos organizadores está já confirmada a participação de César Israel Paulo (ANPC), Miguel Reis (Grupo de Protesto dos Professores Contratados e Desempregados), Mário Carneiro (blogue O Estado da Educação e do Resto) e José Alberto Rodrigues (APEVT).

6 comentários

  • Viva.

    Talvez não tenham tido tempo ou reparado. Por aqui, e se não me escapou, é a primeira vez que coloca essa questão.

    O post é claro: "As sessões serão dinamizadas por um ou dois dos organizadores e estão abertas à participação mais activa (com comunicação) ou passiva (assistência e debate posterior). Terão um moderador e 2 a 3 oradores."

    Portanto, cada um de nós, moderará uma das 4 mesas e vamos convidando pessoas e olhando para as inscrições com comunicação. A busca da contraditório (nalguns temas não é fácil porque ninguém defende publicamente o muito indefensável) é mesmo um imperativo democrático. Aliás, se está atento e tem acompanhado a história dos blogues ditos de educação, essa é a matriz dos que estão neste grupo.
  • Sem imagem de perfil

    Pedro

    15.09.12

    Paulo, claro que é a primeira (e, porventura única) vez que se colocam as questões por mim colocadas. A razão é óbvia. A verdade é que quem se pronunica a favor de alguma medida tomada por este Governo é, regras geral, ignorado ou atacado de forma ofensiva. O blogue do Guinote é o que mais se destaca neste particular de falta de respeito pelas opiniões diversas.

    A procura do contraditório não me parece assim tão clara. Caso contrário, aqui nos blogues referidos (o seu, do Guinote, do Arlindo e do Ricardo - não sei se me falta algum), essa preocupação já deveria ter sido notada. Ora, a verdade é que a maioria das críticas colocadas nestes quatro blogues são ignoradas ou atacadas de forma muito baixa. Tenho que ser claro e parece-me que apenas o Prudêncio e o Ricardo parecem ter respeito pela opinião alheia e não se furtam ao debate sério e responsável. Do Guinote e do Arlindo não poderei dizer o mesmo.

    Portanto, seria bom que os quatro esclarecessem o que pretendem do debate: uma verdadeira discussão séria e respeitável das opiniões diferentes ou o estilo (não vou qualificar) que o Guinote preconiza?

    Quanto à matriz dos vossos blogues direi que é diversa e apenas semelhante numa coisa: criticar tudo (ou quase tudo) o que vem da 5 de Outubro e atacar, de forma mais branda ou mais ofensiva, aqueles que defendem algo que provenha deste Governo...

    Portanto, fico à espera que uma resposta clara. Caso contrário, não poderei participar numa sessão que, na minha opinião, apela mais à união contra o Governo do que a discussão séria sobre a política educativa deste Governo. Basta ver o conjunto de personalidades convidadas...

    Obrigado pela atenção e fico à espera de uma resposta clara...
  • Viva Pedro.

    Que raio de coisa. Se há alguma que coisa que me orgulho de cultivar por aqui é o respeito pelo contraditório e tenho a certeza absoluta que este 6 de Outubro se pauta por isso.

    "Portanto, seria bom que os quatro esclarecessem o que pretendem do debate: uma verdadeira discussão séria e respeitável das opiniões diferentes" é mesmo isso que se pretende e que todos sublinharam.

    "Quanto à matriz dos vossos blogues direi que é diversa e apenas semelhante numa coisa: criticar tudo (ou quase tudo) o que vem da 5 de Outubro e atacar, de forma mais branda ou mais ofensiva, aqueles que defendem algo que provenha deste Governo..."

    Sinceramente Pedro: há quanto tempo acompanha a blogosfera dita da educação? Fracamente: tenho mais de 8 anos com este blogue, mais de 6000 posts, milhares sobre política educativa e parece-me que justo que se considere que tento ser um crítico construtivo e responsável.

    Repito: o amis difícil para este debate é encontrar quem faça o contraditório em algumas das mesas que estamos a pensar.

    Que quer que lhe diga mais?

    Só um detalhe: alguma vez fui ofensivo consigo? Que raio de coisa Pedro.

  • Sem imagem de perfil

    Pedro

    16.09.12

    Paulo, sabe muito bem que quando questionei se pretendem verdadeiramente um debate sério e aberto (assente no contraditório) me estava a referir ao facto do Paulo Guinote não praticar isso no blogue dele.
    E, como a ideia do debate é dos quatro, convém que esclareçam todos (e não apenas você!!!) em que moldes querem o debate. É que não estou para fazer centenas de quilómetros para ser alvo do género de linguagem que o Guinote utiliza. Debates, só sérios e assentes no respeito. Caso contrário, digo não...
    Bem sei que o Paulo nunca foi ofensivo comigo. Mas, a ideia é dos quatro e os quatro têm de se decidir sobre o que querem do debate. É que a experiência mais recente diz-me que o Guinote, para quem pensa de forma diferente da dele, é do mais baixo nível que pode haver...
  • Pedro:

    Inscreva-se, apareça e depois diga-me o que achou. O momento, e a defesa da escola pública, não dispensa quem a queira defender mesmo.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.