Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

números a oeste

10.09.12

 

 

O movimento "Em defesa da escola pública no Oeste" nasceu no decurso da contestação aos cortes de Nuno Crat(roika)o e à existência de cooperativas do ensino não superior que incumprem a lei da oferta escolar e que influenciam decisivamente a frequência das escolas do Estado, nomeadamente no concelho das Caldas da Rainha.

 

O colega João Daniel Pereira publicou no facebook os números dos denominados horário zero no Oeste.

 

"(...)levantamento de dados relativo a todo o processo de Ausência de Componente Lectiva. Foram analisados os ficheiros disponíveis na DGAE (ou DGRHE) de docentes indicados para DACL (1 de Agosto), de docentes retirados desse concurso (13 de Agosto), de docentes colocados (31 de Agosto) e de docentes não colocados (31 de Agosto).

Recordo que na primeira listagem (ordenação) de 1 de Agosto, já não constam os nomes dos colegas que foram indicados para DACL (e que foram obrigados a concorrer...), entretanto retirados numa primeira fase pelos directores das suas escolas. Assim, é impossível saber o número exacto de professores que se viram obrigados a concorrer e que passaram por essa humilhação.

É possível saber os dados relativos a cada escola, a cada grupo de recrutamento e a cada concelho da zona Oeste, bem como os relativos a colegas de QZP.


Deixo aqui os totais relativos a cada concelho, tendo em conta a listagem de 1 de Agosto (docentes sem componente lectiva):

Alcobaça: 43.

Alenquer: 42.

Arruda dos Vinhos: 0.

Bombarral: 42.

Cadaval: 24.

Caldas da Rainha: 90.

Lourinhã: 12.

Mafra: 44.

Nazaré: 9.

Óbidos: 7.

Peniche: 37.

Sobral de Monte Agraço: 17.

Torres Vedras: 37.

QZP do Oeste (indicados pelas escolas): 213.

Total de docentes indicados para DACL: 617 (404 de QE e 213 de QZP).

Destaco dois casos: Caldas da Rainha (aceitam-se opiniões para número tão elevado...) e Bombarral (dos 42 indicados, 37 (88,1%) foram retirados do concurso, o que revela, quiçá, algum cuidado a mais (aceitam-se mais opiniões).

Destes 617, um total de 396 (64,2%) foi retirado até 13 de Agosto pelos directores, mantendo-se, assim, 221 (35,8%) em concurso.

Destes 221, 111 foram colocados noutra escola (alguns colegas de QZP até optaram por se mudar para bem longe) e 110 não foram colocados.

São estes 110 colegas que se mantêm em "horário-zero". Ainda assim, um número vergonhoso.(...)"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.