Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

aritmética

12.09.12

 

 

 

É a aritmética, parece que foi a resposta de Bill Clinton aos jornalistas depois da intervenção, muito aplaudia, na convenção do Partido Democrático. Dois mais dois continuam a ser quatro.

 

Este apelo ao equilíbrio é um contraponto às ideias de um Partido Republicano que estimula políticos e tecnopolíticos em todo mundo e no Governo português também.

 

Afinal tem sido sempre assim e o próprio Bill Clinton herdou de Ronald Reagan o mesmo que Obama recebeu de Bush. Foi um tempo de picos económicos e políticos de sinal contrário que parece não se repetir. O Ocidente estruturou-se numa sociedade de consumo em espiral e o triunfo do capitalismo selvagem provocou um desequilíbrio que não se redime. A solução não é fácil, sabemos isso. Se olharmos para o nosso corpo ou para a nossa economia doméstica, percebemos a sensata resposta de Bill Clinton.

 

O Governo português está numa rota tal de desequilíbrio, que dá ideia que os portugueses foram escolhidos como um laboratório económico e social que Wall Street olha com atenção e gulosice. Não se brinca coma a vida de milhões de pessoas e isso pode ser trágico. A equação que se coloca continua do domínio da aritmética e falta saber se o equilíbrio só se recuperará pela força. Esperemos que não.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.