Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

generalizaram-se

01.06.12

 

 

 

Quando os professores que têm blogues começaram a usar, algures em 2007 e em 2008 e para classificar as políticas do sistema escolar, adjectivos como destruidoras, nefastas, desmioladas, incompetentes, monstruosas e por aí fora, eram considerados uns radicais e exagerados que não queriam prestar contas e outras coisas do género.

 

Nem cinco anos depois, qualquer colunista que se preze generaliza tropeçando nesses adjectivos.

 

É claro que num país dominado pela cultura PPP, os assuntos do sistema escolar continuam entregues aos blogues de professores porque o pessoal beneficiário de forma directa e indirecta pela referida cultura socorre-se de colégios privados com privatização de lucros (com ou sem pagamento de propinas). Mas o que me faz abanar ainda mais vezes a cabeça na horizontal são os substantivos: de ladrões e abutres para cima é o que está a dar.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.