Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

quem se responsabiliza?

14.05.12

 

 

 

 

Quem imaginaria que o mesmo país que há 38 anos era uma curiosidade turística porque mostrava uma revolução em curso, tem, nesta altura, de inscrever como ponto um da sua agenda de políticas educativas as faltas dos seus alunos na escolaridade obrigatória e os consequentes, e chocantes, números do abandono escolar.

 

Já nem me refiro ao facto dos seus serviços centralizados (que assumem um inacreditável discurso anti-escola e anti-professores) não terem conseguido desenvolver um sistema de informação que apure números rigorosos e em tempo real. O que mais entristece, é que se explicarmos isto a um professor de uma sociedade desenvolvida encontraremos um ser que nos interrogará: "mas quem é o responsável pelas faltas dos alunos? A família? A comunidade local? E faltam injustificadamente? Os miúdos?". Se o interrogado fosse do MEC diria o que se sabe e os restantes seriam taxativos: é preciso reformar as escolas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.