Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

parafusos exportados

19.12.11

 

 

A confusão instalou-se e tentei que a realidade me fosse inteligível. O primeiro-ministro exorta os professores a emigrarem e Ribeiro Teles não compreende que exportemos parafusos e importemos pão.

 

Sinceramente, fico satisfeito por não estar isolado nem ensandecido. Pelo menos Ribeiro Teles compreende-me. É que as personagens do tipo Passos Coelho confundem produção de parafusos com ensino, como referi aqui: "A actual mediatização da rede escolar obedece ao desígnio da produtividade. Há um detalhe que não se deve desprezar: os resultados escolares reflectem-se a longo prazo e são de génese diferente da produção de parafusos; o que faz toda a diferença no impaciente e voraz inferno dos números. (...)A questão portuguesa tem de passar pela discussão sobre a privatização de lucros no sistema escolar. Enquanto esse debate não se fizer, o processo português dará sempre a ideia de ter uns parafusos a menos."

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.