Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

revolucionário?

17.11.11

 

 

António Borges demitiu-se do cargo de director do FMI para a Europa por razões pessoais. Não são descritos os motivos e, naturalmente, deseja-se que não sejam situações pessoais graves.

 

Como alguém disse por email, a propósito de ter escrito que Vitor Constâncio poderia ser o nosso Mário Monti, também se pode especular com o nome de António Borges.

 

Ontem à noite tinha a televisão fora do alcance visual e ligada num debate que envolvia Pina Moura e Braga de Macedo. Quando fui ver um bocado, Braga de Macedo falava com o seguinte rodapé com uma afirmação sua: mudar o mandato do BCE seria revolucionário. Onde já vai o adjectivo. Mais à frente, quando justificava a não eleição de Mário Monti como um facto pouco relevante, considerou caricata a alusão à Goldman Sachs e "en passant" (que também significa um movimento especial de captura do Peão no jogo de xadrez) referiu a amizade do italiano com António Borges. Foi a despropósito e mais pareceu um acto falhado. Passos Coelho que se cuide.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.