Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

coisas comuns

16.11.11

 

 

Já enunciei que não confio no ex-guru do subprime António Borges. Não sou dado a teorias da conspiração, mas este actual director do FMI para a Europa tem uma coisa em comum com Mario Draghi (presidente do Banco Central Europeu), Mario Monti (primeiro ministro italiano) e Lucas Papademos (primeiro ministro grego) - foram todos funcionários da Goldman Sachs.

 

Há mais sinais preocupantes para as democracias europeias. Em Itália, o governo forma-se para agradar aos "mercados" e, segundo Fabrizio Tassinari, "(...) 22% dos italianos não encontram grandes diferenças entre um sistema de governo autoritário e um sistema de governo democrático (...)". Sem querer entrar num registo muito pessimista, diria que vamos dando passos, e que passos, em direcção a uma tragédia.

4 comentários

  • Onde obteve a informação Ana?
  • Sem imagem de perfil

    ana

    16.11.11

    Há meia dúzia de minutos, no noticiário da TVI ou da SIC... [Agora é que estou baralhada, pois andei a fazer zapping de um para o outro, mas aposto mais na TVI, porque me ficou na cabeça a voz forte do pivot da TVI a dizer que acabaram "de receber a notícia de última hora de que António Borges pediu demissão do cargo de director do FMI..." Assim, curto e grosso, sem mais quaisquer desenvolvimentos e precisamente ao mesmo tempo que eu lia este post. Que coincidência!]
  • Obrigado Ana. Já vi. Dizem que foi por razões pessoais e não fi um post porque respeito os possíveis problemas pessoais ou familiares. Mas pensei: querem ver que estão a preparar o nosso Mário Monti?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.