Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

das inverdades

16.11.11

 

 

 

 

Diz-se, com propriedade, que as inverdades têm perna curta e que o tempo, sempre o tempo, coloca os factos no sítio certo. As campanhas eleitorais são sobreaquecidas, mas deviam exigir um respeito mútuo mínimo; no mínimo. O recurso à mentira vulgarizou-se, embora a utilização de informações falsas sobre a profissionalidade e o carácter das pessoas se mantenham intoleráveis. Magoam, mesmo que se revistam de nula credibilidade. O raio de acção da dor pode tornar-se incontrolável nos que captaram a injustiça, mesmo que considerem que é preferível sofrê-la do que cometê-la.

 

Os governos, nos diversos patamares, afirmam-se no caos se conseguirem eliminar a vulgarizada mentira e afirmar a sensatez. É um exercício elementar com um alcance imensurável. Insistir num registo de falsidades numa espécie de fuga para a frente não augura nada de bom.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    indignada

    17.11.11

    Pronto, a culpa não é de ninguém, até porque esta direcção, como diz a directora, só lá está há dois meses... E, quem a ouve falar fica a pensar que, ela até nem fazia parte da direcção anterior, até nem era sub-directora... Era talvez um verbo de encher como todos os outros!... Esquecimentos muito oportunos...
  • Sem imagem de perfil

    Isabel

    17.11.11

    A minha intenção não é atribuir culpas a ninguém, mas só e unicamente esclarecer que sempre houve um plano de manutenção, havia uma base de dados que tinha tudo o que à manutenção dizia respeito e que é mentira essa história dos 17 anos. Portanto, reafirmo que enquanto houve bases de dados, houve manutenção. O sr João e o sr Bernardino podem confirmar.
  • Soube disso ontem e francamente: é tão absurdo que não vou consumir caracteres e paciência. O post tem uma intenção generalista sem fugir à experiência de cada um.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.