Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

o poder dos aventais

13.11.11

 

 

Li todos da série "Os Cinco", de Enid Blyton, e construí com os meus amigos inúmeros clubes e autênticas sociedades secretas. Na adolescência as preferências literárias foram mudando, a participação cívica foi escolhendo o mundo às claras e a fase adulta exigiu-me aventais apenas nas horas de cozinha. Sempre me intrigaram as adolescências retardadas que se remeteram à iniciação em qualquer forma de secretismo, como já retratei aqui.

 

Não haja equívocos. Por mais altruístas que se insinuem as organizações do tipo da Maçonaria, a sua existência foi-me parecendo estimuladora de parcialidades doentias para os regimes democráticos. A serem verdadeiras as declarações inscritas na notícia que encontrei, demonstra-se até onde pode ir a influência negativa dessas instituições. Se ainda por cima o que está em causa é um dos pilares das democracias, não consigo perceber o que poderá ser pior.

 

Ex-juiz acusa maçonaria de controlar a justiça 

"O sistema de justiça português é constituído por lojas maçónicas e controlado pela maçonaria. Além de controlar as decisões dos processos - incluindo os casos da Universidade Moderna, Portucale, Casa Pia, Apito Dourado e Isaltino Morais -, controla igualmente a carreira dos juízes e dos magistrados do Ministério Público e dos altos funcionários do Estado", diz José da Costa Pimenta, em carta para a actual ministra e os principais protagonistas do sector. (...)"

3 comentários

Comentar post