Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

psique

23.10.11

 

 

 

meia-noite em Paris de Woddy Allen (2011) retrata a dificuldade da condição humana em valorizar devidamente o presente e aqueles com quem convivemos com mais frequência; a idade de ouro fica sempre no passado e pouco há a fazer.

 

Lembrei-me dessa espécie de situacionismo ao ler o livro de Michael Winterhoff (2008), "Por que é que os nossos filhos se tornam tiranos?".  A páginas 10, o autor defende a sua tese: "(...) E com certeza que não prestamos atenção porque acreditamos que essa componente se desenvolve absolutamente por si própria, formando-se a dada altura automaticamente e por completo. Falamos da psique. (...) Se não houver uma consciencialização acerca dessas perturbações, a consequência será a diminuição de jovens e adultos com capacidade de trabalho e relacionamento (...)".

 

Ou seja, Michael Winterhoff teme por um futuro habitado por adultos sem capacidade de relacionamento porque foram crianças tiranas e remete o problema para a psique. Será? Olho para a capacidade de relacionamento dos adultos actuais e vejo uma sociedade pejada de antigas crianças tiranas; e educadas em sociedades muito menos consumistas e por aí fora. Essa tese da idade de ouro tem pouco fundamento e a filogénese leva séculos a sofrer alterações que se vejam.

4 comentários

Comentar post