Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

e porquê?

18.10.11

 

 

Há uma fatia de portugueses que detesta o que é público. É um fenómeno estranho e antigo. Se há serviços do estado que tiram qualquer um do sério, também é verdade que sem os serviços públicos o bem comum não teria atingido patamares que se reflectem no extraordinário aumento da esperança de vida, por exemplo. Esse ódio é, em alguns casos, provocado por ciúme social e noutra grande parte por preconceito ideológico. Quando lemos declarações que confirmam a segunda asserção, não deixamos de nos beliscar.

Cravinho diz que Governo está a atacar função pública por ressabiamento vingativo

5 comentários

Comentar post