Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

Correntes

da pedagogia e em busca do pensamento livre

no auge do nonsense

04.10.11

 

 

A avaliação de professores relativa ao biénio 2009 - 2011 navega no momento de atribuição de pontuação final para todos e com aplicação das respectivas quotas. Há alguém, com uma réstia de sensatez, que afirme que a coisa tem uma pinga de rigor e de objectividade?

 

Numa fase em que o país só desespera por evitar a bancarrota - não haverá sequer reposição salarial quanto mais progressões na carreira -, não se percebe como é que os professores alinham nesta farsa e, em alguns casos, até conseguem pontuar com diferenças ou aplicar quotas. E ainda há uma maioria que se queixa, e se surpreende, com sei lá o quê. 

5 comentários

Comentar post