Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

sua excelência (2) (reedição)

14.06.09

 

Sua Excelência nunca recorria ao mecanismo do pensamento: considerava-o bastardo.

Também não preparava as reuniões (só promovia, e mesmo assim a muito custo, as ordinárias): tinha como religião ser errático e fingir-se esquecido em datas. Como não pensava, associava o seu sagrado à ausência de erro.

Mas rendia graças ao culto prestado à sua divindade; esperava pelas ideias dos outros e tentava derretê-las (terceira regra dos seus mandamentos) com uma adjectivação contundente.

Tinham-lhe dito que populismo era estar do lado do povo.







(Reedição. 1ª edição em 12 de Setembro de 2006)

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.