Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correntes

em busca do pensamento livre

Correntes

em busca do pensamento livre

sem destino - road to nowhere

24.04.11

 

 

 

 

O realizador Monte Hellman assina um filme que me apetecia classificar como obra-prima. Na linha do genial Mulholand Drive de David Lynch, embora com uma inteligibilidade mais imediata, Road to Nowhere filma o teatro da vida com um argumento que requer atenção e que se assemelha muito ao tempo que vivemos.

 

Assistimos a um realizador que pretende filmar uma história de crimes e em que a actriz principal pode ser uma das protagonistas das ocorrências. Vemos tudo, mas cada espectador fica livre para construir os detalhes e o desfecho.

 

O Publico escreve assim:

 

"Mitchell Haven (Tygh Runyan) é um realizador que descobre o argumento perfeito para o seu filme na história verídica de dois amantes malditos: a jovem e belíssima Velma Duran e o político norte-americano Rafe Tashen, envolvidos num escândalo de fraude, que culmina no trágico suicídio de ambos. Mitchell, fascinado com o enredo e mais ainda pela personagem de Velma, encontra na desconhecida Laurel (Shannyn Sossamon) a encarnação da beleza e carisma que procura para a sua personagem central. Mas com o passar do tempo, e cada vez mais envolvido na trama, a linha entre a ficção e a realidade começa a esvanecer-se até dar lugar à tragédia. Primeira longa-metragem de Monte Hellman ("Duelo no Deserto ", "A Estrada Não Tem Fim ", "Iguana") em 20 anos. Um filme dentro de um filme que é, segundo o próprio, "um enigma impossível". "Cabe a cada espectador resolvê-lo sozinho."(...)".