Em busca do pensamento livre.

Domingo, 14.01.18

 

 

 

E Londres ainda existe?

A dúvida impõe-se com os argumentos, e os desenvolvimentos, pró-Brexit. Mas não só. É que, e entretanto, Trump eliminou Londres (embora o motivo desta pós-verdade seja indissolúvel: o edifício da embaixada dos EUA em Londres) e a incerteza cresceu. Como a absolutização do digital, o recente fenómeno do melhor restaurante londrino vulgarizou-se. Dever ser isso. O espaço tinha um site com ementas do outro mundo, imagens apelativas e os melhores comentários de clientes. Projectou-se, em quatro meses, para o primeiro lugar no Trip Advisor e atingiu o topo. Só que o restaurante não existia. Foi toda uma engrenagem com dados falsos ou manipulados. O facto reforça a dúvida inicial. Mas convenhamos: o melhor restaurante londrino foi uma notícia falsa precisa e humorada. Mas veja o vídeo com a entrevista ao criador (com uma fisionomia na linha de Boris Jonnson e Donald Trump).

 

 



publicado por paulo prudêncio às 18:00 | link do post | comentar | partilhar

Sábado, 06.01.18

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 20:25 | link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 29.12.17

 

 

 

609653

 

 

Suburbicon devasta as regiões não cosmopolitas dos EUA. Não esqueçamos que é uma obra escrita por Joel Coen e Ethan Coen, dois irmãos conhecedores da América profunda. George Clooney realiza com sabedoria e as interpretações de Matt Damon, Julianne Moore e Oscar Isaac acompanham-no. O tal sonho americano tece um subterrâneo com sobreposição do mal, enquanto a mediatização se dedica a ampliar, em ritmo de subversão violenta, um surto xenófobo.

"Gardner Lodge (Matt Damon) é um homem pacato a viver com a mulher e o filho em Suburbicon, um também pacato bairro composto apenas por pessoas brancas, em 1959. Um dia, há um assalto em sua casa e matam a sua mulher. A irmã gémea dela, Margaret (Julianne Moore), vai viver com Gardner e, gradualmente, vai-se transformando na mulher que morreu. A estranheza não fica por aí: a pacatez de Gardner vai-se dissipando entre conflitos com a máfia e com a chegada ao bairro de uma família negra.
Um filme de George Clooney baseado num guião que os irmãos Coen escreveram nos anos 1980, logo a seguir a "Sangue por Sangue", o primeiro filme deles, mas acabaram por não realizar. Foi agora retrabalhado por Clooney e Grant Heslov, colaborador habitual do actor transformado em realizador. PÚBLICO"

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:54 | link do post | comentar | partilhar

Sábado, 23.12.17

 

 

 

 

 

 

Aretha Franklin (You Make Me Feel Like)

A Natural Woman - Carole King - Kennedy Center Honors 2015



publicado por paulo prudêncio às 09:12 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Sexta-feira, 22.12.17

 

 

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 10:31 | link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 01.12.17

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 12:48 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Quinta-feira, 05.10.17

 

 

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:46 | link do post | comentar | partilhar

Domingo, 24.09.17

 

 

 

 

Um vídeo esclarecedor:

 

 



publicado por paulo prudêncio às 13:39 | link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 20.09.17

 

 

 

 

Como é isto possível? Um deputado do PS a contrariar o seguinte mal menor que escrevi há dias de acordo com declarações que li: 

 

"O Ministério da Educação abrirá concursos de professores (interno, mobilidade interna e por aí fora) para o ano 2018/19. Antecipa o concurso interno em três anos e com isso permite um recomeço nas fases seguintes. Já agora, era bom que se esclarecesse se o concurso de mobilidade interna respeitará de novo a graduação profissional. Dito isto, sublinha-se que os erros cometidos em 25 de Agosto de 2017 já não retiram um ano de grave injustiça para muitos professores e ponto final. Era escusado."

 

Ora veja:

 

 



publicado por paulo prudêncio às 10:05 | link do post | comentar | partilhar

Domingo, 03.09.17

 

 

Como é possível que isto aconteça?

 

 



publicado por paulo prudêncio às 10:27 | link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 16.08.17

 

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:44 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Terça-feira, 15.08.17

 

 

 

O 15 de Agosto recorda-me sempre o filme imperdível de Gianni de Gregorio. E nem sei porquê, mas desta vez associo-o à difícil poesia de Rainer Maria Rilke: exige leitura repetida, mas o resultado é sublime. É um dos meus poetas preferidos. Uma das suas obras maiores, "As elegias de Duíno", confunde-se com a aura do local onde o poeta a iniciou: o castelo de Duíno, situado perto da cidade de Trieste e sobre o mar Adriático. Deixo-vos uma parte - na tradução de Maria Teresa Dias Furtado - da primeira elegia.

 

  

Se eu gritar quem poderá ouvir-me, nas hierarquias

dos Anjos? E, se até algum Anjo de súbito me levasse

para junto do seu coração: eu sucumbiria perante a sua

natureza mais potente. Pois o belo apenas é

o começo do terrível, que só a custo podemos suportar,

e se tanto o admiramos é porque ele, impassível, desdenha

destruir-nos. Todo o Anjo é terrível.

 

Por isso me contenho e engulo o apelo

deste soluço obscuro. Ai de nós, mas quem nos poderia

valer? Nem Anjos, nem homens,

e os argutos animais sabem já

que nós no mundo interpretado não estamos

confiantes nem à vontade. Resta-nos talvez

uma árvore na encosta que possamos rever

diariamente; resta-nos a rua de ontem

e a fidelidade continuada de um hábito,

que a nós se afeiçoou e em nós permaneceu.

 

Oh, e a noite, a noite, quando o vento, cheio de espaço do universo

nos devora o rosto -, por quem não permaneceria ela, a desejada,

suavemente enganadora, que com tanto esforço se ergue em frente

do coração isolado? Será ela para os amantes menos dura?

Ah, um com o outro eles se ocultam da sua própria sorte, apenas.(...)

 

Depois da poesia, um vídeo do filme - é um muito bom momento de humor -.

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:29 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

Domingo, 13.08.17

 

 

 

 

 

Aprecio o modo de Lonzo Ball organizar o jogo. Os Lakers depositam

fundamentadas esperanças neste jovem que se estreará na NBA.

 



publicado por paulo prudêncio às 09:31 | link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 09.08.17

 

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 09:33 | link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 02.08.17

 

 

 

 

 

9º Festival ao Largo

27 de Julho de 2017

Companhia Nacional de Bailado

Minus 16 de Ohad Naharin

 

Como ainda não há vídeo,

fica um original



publicado por paulo prudêncio às 10:17 | link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 27.07.17

 

 

 

IMG_0457

 

Concerto às 21h30. Passámos pelo largo do Teatro Nacional de S. Carlos às 18h30 e já só havia dois lugares na zona frontal. Não os perdemos. Revezámo-nos até à hora marcada. O tempo é imparável e o lugar "ultrapassou" as melhores expectativas. O som esteve perfeito. Para além do referido no programa, o "Va, Pensiero" (vídeo mais abaixo), de uma beleza comovente (não ligue, acabei de ver o episódio 10 da série, RTP2, "Amor em Berlim" e estou emocionadíssimo), tornou o concerto inesquecível. Se a pontualidade é a regra, e foi cumprida no início, o concerto não durou pouco mais de uma hora como anunciado: foram mais de duas e ainda bem.

 

IMG_0458

 

22.07 sábado, 21:30

Em pouco mais de uma hora, um autêntico Festival Verdi que se inicia e culmina com Nabucco, um dos seus maiores êxitosCristiana Oliveira sopranoRoland Wood barítonoAndrea Sanguineti Direção MusicalCoro do Teatro Nacional de São CarlosGiovanni Andreoli Maestro TitularOrquestra Sinfónica PortuguesaJoana Carneiro Maestrina Titular

 

Giuseppe Verdi (1813-1901)

NabuccoAbertura 

ErnaniSi ridesta il leon di Castiglia

Il CorsaroAlfin questo corsaro… cento leggiadre vergini

MacbethPatria opressa

RigolettoTutte le feste al tempio… Sì, vendetta

Il TrovatoreVedi le fosche notturne spoglie

La traviataAddio del passato

I Vespri SicilianniAbertura

Un ballo in MascheraEri tu che macchiavi

La Forza del DestinoLa Vergine degli angeli

Simone BoccanegraCome in quest’ora bruna

Don CarloO Carlo ascolta

AidaGloria all’Egitto ad Iside

OtelloAve Maria

FalstaffÈ sogno o realtá?

NabuccoVa, pensiero

 

 



publicado por paulo prudêncio às 10:17 | link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar

Quarta-feira, 26.07.17

 

 

 

  

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 23:14 | link do post | comentar | partilhar

Domingo, 02.07.17

 

 

 

 

 

"Paterson" (trailer no fim) é o último, e imperdível, filme de Jim Jarmusch. Tem como intérpretes principais Adam Driver, Golshifteh Farahani e Helen-Jean Arthur. Para Pedro Mexia, no Expresso, é "uma investigação sobre o equilíbrio entre a felicidade e a banalidade". É muito interessante para quem acabou de ler "O leitor do comboio" de Jean-Paul Didierlaurent. A sinopse do Público diz:

"Paterson é um motorista de autocarro na cidade de Paterson, em Nova Jérsia (EUA). A sua rotina diária é sempre igual: acorda exactamente à mesma hora, vai trabalhar, regressa para os braços de Laura, a namorada, passeia Marvin, o cão, bebe uma única cerveja no bar de um amigo e escreve poesia, não necessariamente por esta ordem. A sua vida é tranquila e a sua existência discreta. Paterson está apaixonado por Laura e ela por ele. Ele apoia os sonhos e projectos mais arrojados da namorada; ela incentiva-o e inspira-o na escrita dos seus poemas. É assim todos os dias."

Em "Síndrome" (vídeo no início), o último bailado de Olga Roriz, também imperdível, as pessoas estão todas perdidas. Não se trata da continuação do apartamento da guerra em Alepo (o anterior bailado da coreógrafa, "Antes que matem os elefantes"), mas é impossível não ver ligações. O tempo o dirá. "Síndrome é uma miragem. O lugar está lá antes de tudo mas não existe.(...)"

 

 



publicado por paulo prudêncio às 16:52 | link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 13.06.17

 

 

Golden State Warriors venceram por 4 x 1



publicado por paulo prudêncio às 09:41 | link do post | comentar | partilhar

Sábado, 10.06.17

 

 

 

 



publicado por paulo prudêncio às 12:39 | link do post | comentar | partilhar


Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
nada de insinuações porque isto são exemplos de fa...
Impressiona, realmente.
a hipótese de retaliação pós-(2005-2011) está em a...
Enfim. Estamos num percurso muito lamentável.
Afinal o que se vê não se distingue do PaF...E fic...
Força aí.
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

coisas tontas

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676