Em busca do pensamento livre.

Sábado, 30.09.17

 

 

 

 

1164711

Cópia de 1164711

Luís Afonso

 

 



publicado por paulo prudêncio às 11:19 | link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 09.12.16

 

 

 

1094561

Cópia de 1094561

 

Luís Afonso

 

 



publicado por paulo prudêncio às 13:50 | link do post | comentar | partilhar

Domingo, 19.01.14

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 



publicado por paulo prudêncio às 12:06 | link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 02.11.11

 

 

 

 

 

"Bastou o primeiro-ministro grego anunciar que consultará o povo, através de referendo, sobre as novas e gravosas medidas de austeridade e perda total da soberania orçamental impostas ao país pelos "mercados" e seus comissários políticos em Bruxelas e nos governos de Berlim e Paris para cair a máscara democrática desta gente.

Na pátria da Democracia, o Governo decide-se por um processo democrático básico e Sarkozy fica "consternado" e considera a decisão "irracional" enquanto alemães e FMI se mostram "irritados" e "furiosos" com ela. E Merkel e Sarkozy assinam um comunicado conjunto dizendo-se "determinados" a fazer com que a Grécia cumpra as suas imposições e lhes ceda o que ainda lhe resta de soberania; só lhes faltou acrescentar "queiram os gregos ou não queiram" e mobilizar a Wehrmacht e a "Force de Frappe"...

Até Paulo Portas, ministro de uma coligação eleita com base em compromissos eleitorais imediatamente rasgados mal tomou posse, está "apreensivo".

O medo que esta gente, que tanto fala em Democracia, tem da Democracia é assustador. Aparentemente, o projecto de suspensão da Democracia por 6 meses (ou por 48 anos) estará já em curso. Pinochet aplicou no Chile as receitas de Milton Friedman suspendendo sangrentamente a Democracia. Como é que "boys" de Chicago como Gaspar ou Santos Pereira, que chegaram a ministros sem nunca antes terem governado sequer uma mercearia, o fariam em Democracia?"

 

Aqui.



publicado por paulo prudêncio às 13:58 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Terça-feira, 01.11.11

 

 

Quando fiz o post anterior e me dei ao trabalho de fazer uma recolha de links, pressenti que qualquer coisa de grave se estava a passar na Europa. É fácil atirar pedras, mas haverá pessoas mais responsáveis pelo que existe. Na vida das nações, como na das instituições, não se deve brincar com o fogo. Se as pessoas sentem que já não têm nada a perder, as consequências são imprevisíveis. As imperfeições das democracias aguentam muitas travessuras, mas a corrupção e a ganância continuadas podem gerar o caos social. Note-se que quando refiro os dois fenómenos mais destruidores da democracia, estou também a incluir a responsabilidade de quem permitiu, objetivamente, que as pragas se alastrassem impunemente.

 

Não é só na Grécia que se fala na revolta dos militares.

 

Governo grego muda as chefias militares do Estado-maior




publicado por paulo prudêncio às 21:55 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

 

 

 

O governo grego decidiu dar voz institucional ao povo. Atitude corajosa ou de quem já não sabe o que fazer? De um modo ou de outro, ou até por outra razão, o que é certo é que os gregos fizeram estalar os consensos nos bastidores do euroviete supremo e nos seus satélites. A categoria satélite pode, neste caso, ter uma influência determinante e ditar as regras do jogo.

Repare-se nas reacções.

Papandreou põe o povo a decidir sobre novo pacote e mais austeridade

Sarkozy e Merkel “determinados” a aplicar plano de resgate à Grécia 

Bolsas europeias afundam-se após anúncio de referendo da Grécia 

Barroso diz estar confiante no cumprimento da Grécia 

 

Entretanto, os citados satélites movimentam-se.

SuíçaLuxemburgo e Áustria discutem paraísos fiscais 

Suíça, Caimão e Luxemburgo são os paraísos fiscais mais activos ...

Guerra aberta a quem transferir dinheiro para paraísos fiscais ... 

Por cá, é mais no registo comediante e de avanços e recuos.

Offshore da Madeira. Governo volta atrás e mantém isenções fiscais

E os outrora eurocépticos e acérrimos defensores de referendos baralham-se e...

Paulo Portas apreensivo com a Grécia.



publicado por paulo prudêncio às 19:00 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar


Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
Enfim. Parece Roma à beira do fim.
Insistentemente; nem mais.
e quantos mamões e mamonas nas últimas décadas que...
e são só os candidatos a prof?! Os horários zero q...
É lamentável.
Aqui no brasil, uma faculdade demitiu nesta semana...
Desde 2007 (mais ou menos) que Joseph Stieglitz ex...
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

coisas tontas

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
1 comentário
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676