Em busca do pensamento livre.
Sexta-feira, 31 de Março de 2017

 

 

 

O "desemprego caiu para o nível mais baixo dos últimos oito anos". Depois do défice mais baixo do que levamos de democracia, e de, há cerca de um mês, o Governo da tal Geringonça ter "emitido a dívida com a taxa mais negativa de sempre", fica-se com a ideia que a tendência de queda do desemprego veio para ficar. Também se percebe que a economia dá alguns sinais de crescimento e que e gestão da dívida do anterior arco governativo está controlada apesar de impagável (é mesmo um fenómeno semelhante a uma patologia galopante e fulminante a prazo). Para uma Geringonça que, ao fugir do mainstream, "prognosticava" o fim da nação e quiçá da história, até que nem está nada mal. Esperam-se as sábias, e certeiras, análises de Gomes Ferreira, Camilo Lourenço, Nogueira Leite ou Medina Carreira; e, já agora, do Compromisso Portugal e de toda a massa crítica do BES, GES, PT e por aí fora.



publicado por paulo prudêncio às 17:10 | link do post | comentar | partilhar

9 comentários:
De F a 1 de Abril de 2017 às 15:04
Hoje apeteceu-me comentar, apesar da minha consideração pelo caro colega ter diminuído radicalmente.

E a pergunta é esta: tudo bem, boas notícias. Mas que tipo de emprego é criado?


De paulo prudêncio a 1 de Abril de 2017 às 15:18
Então? O que se passou? Ainda é por causa daquele episódio? Julgava esclarecido o equívoco. Francamente.

Concordo.

Remeto-me para este post:

http://correntes.blogs.sapo.pt/da-europa-e-dos-camareros-2496056


De paulo prudêncio a 1 de Abril de 2017 às 15:18
Ah, ok. É 1 de Abril.


De F a 1 de Abril de 2017 às 17:34
Pois, passou-me pela cabeça o 1º de Abril.....

Não foi 1 equívoco coisa nenhuma, e não está esquecido.

Mas hoje apeteceu-me. E quando me apetece, não há nada a fazer. Apesar de tudo e tudo.



De paulo prudêncio a 1 de Abril de 2017 às 20:51
ah ah ah. Assim não. Foi uma brincadeira derivada de um equívoco; ou não, claro. Ficou esclarecido.

Para partida do 1 de Abril não esteve mal.

E o comentário ao post dos "camareiros"? Como se prova, há muito que referi o "tipo de emprego criado".


De F a 1 de Abril de 2017 às 21:04
A sua tentativa de chutar para canto é ternurenta.....

bom fim de semana


De paulo prudêncio a 1 de Abril de 2017 às 22:27
Igualmente :)



De paulo prudêncio a 1 de Abril de 2017 às 20:52
E gostei do "radicalmente".


De F a 1 de Abril de 2017 às 21:02
Gosto de advérbios de modo, especialmente dos de modo.


comentar post

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
Enfim. Parece Roma à beira do fim.
Insistentemente; nem mais.
e quantos mamões e mamonas nas últimas décadas que...
e são só os candidatos a prof?! Os horários zero q...
É lamentável.
Aqui no brasil, uma faculdade demitiu nesta semana...
Desde 2007 (mais ou menos) que Joseph Stieglitz ex...
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

coisas tontas

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

luís afonso

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
88 comentários
75 comentários
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676