Em busca do pensamento livre.
Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

 

 

 

Recordo-me da ajuda da agenda analógica nos escritos de umas duas ou três dezenas de postais que significavam aos meus familiares e amigos a estima que tinha por eles, com os desejos de dias ainda melhores, e que também contribuíam para a saúde económica dos CTT. A actualidade é o que se pensa conhecer mas a voracidade da simplificação não consegue arrefecer-nos o coração. É mesmo caso para dizer: as emoções humanas resistem às tendências mais-nano e ainda bem. E as amigas e os amigos são aquelas preciosidades únicas e a quem os gestos mais vulgares podem ter um acolhimento que vá ao osso dos sentimentos.

 

Na última década do século passado, a vertigem das tecnologias foi substituindo o suporte destinado à fraternidade e à boa esperança. Primeiro o email, depois os sms´s e agora as redes sociais.

 

Desde que tenho este blogue que decidi enviar os tradicionais desejos de boas festas através de um post dedicado. Recebo um número reduzido de postais tradicionais, vários emails e sms´s e mensagens nos twitter´s e afins. Gosto de tudo o que enviam, mas já me decidi: faço esta entrada com toda a alma e aviso os que fazem parte da minha lista de email´s da sua existência.

 

Antes de vos escrever esta mensagem, percorri o ano. Assim de repente, quer em termos pessoais quer em relação aos mais chegados, nada de muito grave aconteceu. Uma ou outra maleita que não era habitual, mas nesta altura até isso vai para trás das costas. Houve até momentos para comemorar, com particular significado o brilhantismo académico da minha filha Filipa.

 

Em termos profissionais nada de significativo a realçar no domínio mais pessoal. Já no que toca à conhecida luta dos professores, verificaram-se desfechos para os mais variados pontos de análise. Saboreámos algumas difíceis vitórias. Todavia, não posso deixar de referir aquela que será sempre a escola da minha vida: a mediatizada Santo Onofre. Já leccionei em treze, mas foi nesta que estive mais tempo e onde tive o privilégio de dirigir durante quase um década uma instituição pública dedicada ao ensino. A escola tem 16 anos e uma bela e significativa história. Passa por um devaneio, quiçá próprio de uma sempre imprevista adolescência. Daqui a uns anos entrará na fase adulta e espera-se que se reencontre com o seu reluzente passado.

 

Escolho sempre um vídeo significativo para este post. Em regra faço-o a pensar nos que já cá não estão. Também é hábito este exercício ser comandado pelos gostos do meu saudoso e querido pai, um ser apaixonado pela música.

 

Fiquem então com o Nat King Cole - When I Fall In Love - e façam de 2010 aquele ano. Se veio ter aqui por acaso, olhe: se é uma pessoa de boa vontade, tudo o que ficou escrito é para si também.

 



publicado por paulo prudêncio às 18:00 | link do post | comentar | partilhar

54 comentários:
De manuela a 21 de Dezembro de 2009 às 14:22

Como sempre, votos únicos e difíceis de igualar, pela singularidade com que fazes deslizar a tua pena amiga, os quais agradecemos e retribuímos.
O melhor para ti, Céu e Filipa: paz, amor, saúde.
Beijos
manuela e martim


De maria joão a 21 de Dezembro de 2009 às 14:36
Boas Festas para ti também Paulo e um novo ano com tudo de bom.


De A Pereira a 21 de Dezembro de 2009 às 15:12
Com "alguma" frequência recorro aos ditos, provérbios, máximas, etc. a que chamamos populares pela sua vulgarização ou mesmo pelo seu apuro, capacidade de síntese, parábola... Pois nesse rumo me chega "Ano Novo Vida Nova"... Que assim seja, quer na vertente literal, quer signifique tão somente, um renovar de energia (que Vida é energia), componente de que, julgo, bem vamos todos necessitar...
Não sendo assíduo "praticante", ainda assim deixo-me impregnar com facilidade pela oportunidade da quadra chamada Natalícia e do seu âmago centrado na, já quase, atávica ideia de Família... E é nesta que centro enfaticamente os meus votos de melhorias, excelências ou, pelo menos, de estabilidade e equilíbrio...
Que tenhas então oportunidade e "faças" um 2010 pleno de realizações de projectos, de concretização de sonhos, de alcance de objectivos e ambições e que os que te são próximos (como parodicamente costumo dizer - a tua "tribo") te acompanhe nesses "bons ventos"...
Abraço


De lunar a 21 de Dezembro de 2009 às 18:27

Que receba muitas palavras sentidas como as que escreveu.
BOAS FESTAS.


De donatien alphonse françois a 21 de Dezembro de 2009 às 18:57
Um abraço! Esperemos melhores tempos.


De Maria Simas. a 21 de Dezembro de 2009 às 18:59
Umas boas festas escritas desta maneira são comoventes e só podiam vir do Paulo. O melhor do mundo para si. Beijos e um especial 2010.


De Um professor resistente a 21 de Dezembro de 2009 às 19:08
Bom Natal e Feliz 2010. Obrigado aos professores que lutaram.


De anónimo a 21 de Dezembro de 2009 às 19:11
Vim parar aqui pelos novosposts do sapo e fiquei deliciado. Boas festas para o autor. Feliz Ano Novo e Santo Natal.


De Helena a 21 de Dezembro de 2009 às 20:14
Tudo bom para vocês.
Beijinhos


De António Teixeira a 21 de Dezembro de 2009 às 20:23
Paulo,
quero apenas aqui deixar-te uma palavra de apreço pelas palavras que aqui tens partilhado. O teu blogue é daqueles poucos que leio com regularidade.

Uma abraço e que 2010 seja ainda melhor que 2009!


comentar post

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
E já conhecida há décadas, embora sem "reconhecime...
tão verdade.
"On bullshit" e ponto final.
E está difícil sair daí.
Vamos acompanhando.
ligações
posts mais comentados
88 comentários
75 comentários
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

coisas tontas

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

efemérides

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

subscrever feeds
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
mais sobre mim
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676