Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

 

 

Sempre me impressionou a suprema importância que uma simples frase pode tomar. Não falo da beleza que um conjunto de palavras pode assumir ou mesmo transmitir, pois já são demais os exemplos que suportam tamanha evidência: quem não cede perante os poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen? Quem não ascende com as elegias do eterno Rilke?

 

Duas ou três frases conseguidas e combinadas no modo mais suado que seja, e eis que ventos de elevação nos despertam. Vivemos um tempo de muitas falas e de muitos escritos. Assisti a uma apresentação do já célebre “"Ensaio sobre a lucidez"”.

 

José Saramago mostrou-se muito indignado com a seguinte frase, dita pelo actual Presidente da República Jorge Sampaio: “"Portugal é um país viável"”.

 

Para o nosso prémio nobel, tal nunca se pode questionar num país com esta História. Ao dizer a frase que disse, o Presidente cedeu, e um de modo muito perigoso, ao capitalismo sem rosto. Por uma frase? Para os mais curiosos recomendo a frase de vinteuil.

 

 

 

 

(Reedição. 1ª edição em 24 de Julho de 2004)


Arquivado em:

paulo guilherme trilho prudêncio às 19:06 | link do post | comentar | partilhar

Captura de tela 2013-11-15 às 16.30.02.png
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
comentários recentes
Muito curioso...
"Curiosamente, contabilizando a totalidade do priv...
É uma obra muito interessante também.
Certo, os patriarcas têm um inevitável outono.
"Em 25 de Maio vão realizar-se eleições para o par...
posts recentes

só a designação

paulo guinote no opinião ...

um texto de santana casti...

da homenagem a António Ma...

da democracia e dos const...

mural do 25 de abril, 40 ...

entrada livre

ligações
posts mais comentados
Arquivado em

absurdo em santo onofre(63)

acordos(63)

agrupamentos(143)

além da troika(99)

amizades(81)

amontoados(91)

antero(191)

avaliação do desempenho(631)

bancarrota(243)

banda desenhada(116)

bartoon(65)

blogues(1127)

caldas da rainha(79)

campanhas eleitorais(172)

cartoon(225)

cinema(141)

circunstâncias pessoais(254)

coisas boas(81)

coisas muito más(47)

coisas óbvias(64)

coisas tontas(212)

concursos de professores(162)

contributos(514)

corrupção(207)

cortes a eito(48)

crise da democracia(316)

crise da europa(132)

crise financeira(409)

crise mundial(120)

crónicas(138)

dacl(73)

debates(46)

democracia(66)

democracia mediatizada(144)

desemprego(68)

desenhos(371)

direito(96)

direitos(201)

economia(347)

educação(1668)

eduquês(92)

efemérides(166)

em defesa da escola pública(93)

entrevistas(62)

escola a tempo inteiro(67)

escola em luta(60)

escolas em luta(846)

escolas privadas e cooperativas(114)

escolas públicas(52)

estatuto da carreira(299)

estatuto do aluno(67)

ética(58)

exames(69)

facebook(56)

falência(85)

falência total(61)

falta de pachorra(283)

filosofia(149)

finanças(126)

fmi(51)

fotografia(143)

gestão(51)

gestão escolar(600)

gps(47)

greve(82)

história(172)

humor(474)

ideias(255)

legislativas 2011(90)

literatura(248)

luís afonso(63)

luta jurídica(80)

mais do mesmo(66)

manifestação(156)

manipulação(90)

movimentos independentes(199)

música(424)

organização curricular(164)

parque escolar(43)

paulo guinote(157)

pintura(51)

poesia(96)

política(3261)

política educativa(2951)

por onofre(99)

portugal(117)

presidenciais2011(71)

primeira página(45)

professores contratados(233)

público-privado(220)

queda de crato(76)

queda do governo(138)

rede escolar(178)

sindicalismo(90)

sistemas de informação(49)

sociedade da informação(122)

tijolos do muro(170)

troika(50)

ultraliberais(128)

vídeos(904)

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1)

sua excelência e os númer...

sua excelência (2) (reedi...

sua excelência (1) (reedi...

subscrever feeds

web site counter
PageRank
Twingly BlogRank
arquivo
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg