Em busca do pensamento livre.
Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

 

 

Passei pelo blogue "de rerum natura" e apanhei com o post "incultura" que se refere aos alunos universitários. Li o texto e os comentários. Aconselho ambos. Um dos comentários é de um dos jovens glosado (para ser brando) no texto como inculto. Já uma vez, aqui, fiz referência ao despropósito com que se desconsideram os nossos jovens.

 

Tenho idade e experiência suficientes para afirmar que, mesmo sem evidências empíricas, as nossas gerações têm sido paulatinamente mais informadas; mesmo entre os professores. Não gosto de amesquinhar quem quer que seja e custa-me ver professores a fazê-lo a alunos. Por vezes, aponta-se o dedo a um erro de dimensão variada para esconder as próprias insuficiências; como se errar não fosse crescer e como se fosse possível falhar sem tentativa e exposição. São sinais de uma sociedade doente; a adulta.



publicado por paulo prudêncio às 09:59 | link do post | comentar | partilhar

6 comentários:
De PM a 18 de Novembro de 2011 às 11:29
Os comentários têm origem num apontamento de reportagem à porta das universidades em Lisboa, se não me engano. Parece-me muitas vezes que apontamentos caricatos deste género são bons de mais para ser verdade - é uma ignorância demasiado forçada. E não me espantaria que os jornalistas (que, note-se, se prestam a este tipo de serviço) tivessem ido à procura de uma história específica e tivessem seleccionado os entrevistados à medida das intenções. Jovens a dizer que a capital dos EUA é Washington não proporciona espectáculo de televisão.


De PM a 18 de Novembro de 2011 às 15:58
A realidade não anda longe do que imaginei (ler post e comentários):

http://educar.wordpress.com/2011/11/18/diversas-formas-de-ignorancia-desinformacao-e-entretenimento/



De paulo prudêncio a 18 de Novembro de 2011 às 20:36
Concordo.


De Ivo Sousa a 18 de Novembro de 2011 às 18:31
Os meus sinceros parabéns por este post! Como o Paulo disse "aponta-se o dedo a um erro de dimensão variada para esconder as próprias insuficiências", o que permite estas desconsiderações pelos jovens.

Como jovem queria também agradecer-lhe pelo post. Ajuda-nos a todos a reflectir se a frase várias vezes repetida "esta geração não percebe nada, não quer nada" é ou não verdade. Eu discordo dela; vejamos, hoje as gerações estão cada vez mais informadas, o acesso à informação é cada vez mais rápido e completo, tal como disse o Paulo.

Claro que "fazendo corte e costura" pode-se passar a imagem que esta geração não quer nada; mas também se poderia aplicar o mesmo processo e passar a imagem que esta geração sabe bastante e preocupa-se (se calhar até dava dava menos trabalho a edição, quem sabe...).

Desde pequenino que oiço "errar é humano", "aprende-se fazendo e errando", e é esse o caminho natural da evolução de um ser humano, ou tal como disse o Paulo, "como se errar não fosse crescer e como se fosse possível falhar sem tentativa e exposição".

Se os jovens não se interessassem respondiam sempre às perguntas com "se sabe porque é que pergunta!"

Há jovens que se interessam! Eles andam aí! Então o que se passa? Parafraseando o Paulo, "são sinais de uma sociedade doente; a adulta".


De paulo prudêncio a 18 de Novembro de 2011 às 20:39
Obrigado Ivo. Às vezes perguntam-me se gostava de nascer outra vez. Claro que gostava. Mas acrescento uma condição: o disco rígido a zero, mas com a certeza que reencontraria os meus amores e os meus amigos.

Sei que é um dia especial e renovo por aqui os sinceros parabéns.


De ramos silva pereira a 18 de Novembro de 2011 às 22:40
muito bom


comentar post

Inauguração do blogue
25 de Abril de 2004
Autor:
Paulo Guilherme Trilho Prudêncio
Discordâncias:
Mais até por uma questão estética, este blogue discorda ortograficamente
arquivo
comentários recentes
Muitas vezes; quase sempre.
muitas vezes as análises são feitas, com a cobertu...
Nada a agradecer.
O concurso permitirá, ao QE concorrer de novo?Sim,...
Mas não se aprende nada? Já no concurso de profess...
Muito Kafkiano, mesmo.
subscrever feeds
mais sobre mim
Por precaução
https://www.createspace.com/5386516
ligações
blog participante - Educaá∆o - correntes .jpg
tags

antero

avaliação do desempenho

bancarrota

blogues

campanhas eleitorais

cartoon

circunstâncias pessoais

coisas tontas

concursos de professores

contributos

corrupção

crise da democracia

crise da europa

crise financeira

desenhos

direitos

economia

educação

efemérides

escolas em luta

estatuto da carreira

falta de pachorra

filosofia

fotografia

gestão escolar

história

humor

ideias

literatura

movimentos independentes

música

paulo guinote

política

política educativa

professores contratados

público-privado

queda de crato

rede escolar

ultraliberais

vídeos

todas as tags

favoritos

bloco da precaução

pensar o sistema escolar ...

escolas sem oxigénio

e lembrei-me de kafka

as minhas calças brancas ...

as minhas calças brancas ...

reformas e remédios (1) -...

sua excelência e os númer...

posts mais comentados
88 comentários
75 comentários
Razões de uma candidatura
https://www.createspace.com/5387676